10 Coisas que você precisa saber sobre tradução juramentada

40

A tradução juramentada é um dos serviços essenciais que precisa ser realizado no país, mas ainda restam muitas dúvidas em relação a este serviço, principalmente, por quem deseja se tornar um profissional para atuar na área.

Para esclarecer suas dúvidas, confira aqui neste artigo, quais as 10 coisas que você precisa saber sobre tradução juramentada.

10 Coisas que você precisa saber sobre tradução juramentada

Deseja obter mais informações sobre o que é a tradução juramentada, quem é o profissional que pode realizá-la e o que é preciso para atuar na área? Confira essas e demais informações importantes sobre o assunto, a seguir:

O que é tradução juramentada?

A tradução juramentada é um serviço realizado para traduzir documentos que se encontram em outro idioma, para o português, a fim de atestar a fé pública, ou seja, para que os mesmos tenham reconhecimento legal em território nacional, conhecida também como tradução pública.

De acordo com o Decreto 13.609 de 21/10/1943, quaisquer documentos em idioma estrangeiro, devem ser traduzidos por um tradutor público reconhecido, a fim de ter caráter legal. Caso contrário, não será válido.

O mesmo acontece em outros países, por exemplo, os documentos em português, devem ser traduzidos para o idioma oficial dos mesmos, vice-versa.

Quem pode fazer uma tradução juramentada?

Para fazer uma tradução juramentada é preciso ser um profissional legalizado, ou seja, tradutor público como mencionado.

Para isso, é necessário ter sido aprovado no concurso de tradução juramentada, o qual é realizado pela Junta Comercial de cada Estado.

Quem garante a preparação e idoneidade dos tradutores juramentados?

A Junta Comercial do Estado, a qual elabora o concurso de tradução juramentada (composto por duas provas), para certificar e garantir a capacidade do profissional, dando ao mesmo a liberação para realizar a tradução de documentos em fé pública.

Ao ser aprovado no concurso, o tradutor juramentado recebe um número de registro e matrícula para garantir a idoneidade do profissional.

Qual o valor de uma tradução juramentada?

O valor de uma tradução juramentada pode ser cobrado por palavra ou Lauda, no entanto, não há um valor fixo, uma vez que, pode variar de acordo com o documento, urgência da tradução, Estado em que reside, complexidade do trabalho, entre outros.

Mas, para que não sejam cobrados valores impraticáveis, existe a tabela do SINTRA (Sindicato Nacional dos Tradutores), confira neste link.

Quais instituições podem realizar uma tradução juramentada?

Como mencionado, para atuar como tradutor juramentado é necessário ser aprovado no concurso público e obter o número de matrícula e registro no SINTRA. Atualmente, o profissional tem a possibilidade de atuar como funcionário em empresas ou como autônomo.

Não há definições sobre instituições em específico que possam realizar o serviço, pois uma empresa pode ter o seu próprio tradutor oficial, por exemplo. Basta que o profissional tenha licença para exercer a função.

Inclusive, há empresas de tradução juramentada em diferentes Estados que realizam a contratação do profissional para exercer o serviço para seus clientes.

Serviços mais comuns realizados por tradutores juramentados?

Os serviços mais comuns realizados por tradutores juramentados são as traduções de documentos de diferentes segmentos, bem como, judiciais, escolares e universitários, casamento, nascimento, exportação e importação, entre outros.

Não é preciso possuir diploma de graduação para ser um tradutor juramentado

Exatamente, apesar de os cursos de graduação e especialização estarem disponíveis para quem deseja atuar na área, não é obrigatório possuir um diploma ou certificado, a única exigência é que o tradutor tenha a idade mínima estabelecida, seja fluente em dois ou mais idiomas e realize as provas do concurso público de tradução juramentada.

Quais os documentos podem ser traduzidos por um tradutor juramentado?

Os principais documentos a serem traduzidos por um tradutor juramentado são:

  • Documentos judiciais;
  • Diplomas universitários, histórico escolar, certificado;
  • Certidões de nascimento, casamento, óbito;
  • Documentos de exportação e importação;
  • Carteira de habilitação;
  • Notas Fiscais;
  • Passaporte;
  • Procurações;
  • Entre outros.

É preciso realizar o concurso público para se tornar um tradutor juramentado

Para ser um tradutor juramentado é necessário realizar o concurso público realizado pela Junta Comercial do Estado, o qual é composto pela prova teórica e oral.

Na prova teórica o tradutor deve realizar a tradução de um texto do idioma escolhido para o português, já na prova oral, será preciso ler em voz alta o texto no idioma selecionado e depois realizar a tradução de alguns dos versos do mesmo para o português.

Ao ser aprovado no concurso, receberá um número de registro e matrícula que atesta a licença para exercer a tradução de documentos com fé pública.

É importante saber que apesar da realização do concurso, o tradutor juramentado não é um servidor público ou funcionário do Estado, apenas recebe a garantia e licença para realizar a atuação como profissional na área, ou seja, reconhecido oficialmente.

Qual a idade mínima para exercer a profissão?

A idade mínima para se tornar um tradutor juramentado é de 21 anos, além disso, como mencionado, é preciso ser fluente em ao menos um idioma estrangeiro e realizar o concurso público.

Ao ser aprovado, poderá atuar de forma autônoma ou em empresas que ofereçam esse tipo de serviço.